Tatuagem Tebori, Irezumi e Horimono – História e curiosidades

Tatuagem Tebori, Irezumi e Horimono. Se para os polinésios e aborígenes a tatuagem tinha status de rito de passagem e para os ocidentais é uma forma de ornamento, para os japoneses há toda uma história envolvendo a tatuagem, passando pelo orgulho samurai em ostentá-los como prova de valor para os guerreiros, punição para criminosos e chegando até a proscrição pura e simples dos dias de hoje graças à ligação das tatuagens com a Yakuzá, a máfia japonesa.

Os nomes das técnicas de tatuagem refletem, de forma sintática, as facetas da dermopigmentação japonesa: Tebori, Irezumi e Horimono.

Tudo sobre Tebori, Irezumi e Horimono.

A técnica Tebori e a tatuagem Horimono

A origem da técnica de tatuagem Tebori data do período feudal do Japão, mais especificamente do chamado período Edo (1603 – 1868), o último xogunato japonês antes do período moderno. A tatuagem Tebori consiste na aplicação do pigmento que formará o desenho através de agulhas finas colocadas em um haste de bambu ou de madeira. O passo a passo simplificado é o seguinte:

  • Obtém-se as tintas (mais correto é chamá-las de pigmentos, mas usaremos a palavra tinta para efeitos de simplificação) através da maceração de plantas, quando se quer paletas coloridas, e do uso de uma pedra transformada em pó para tons cinza, mais usados nos contornos.
  • Coloca-se as agulhas na ponta da haste. A quantidade de agulhas será determinado pelo tipo de aplicação. Para definir contornos, usa-se no máximo cinco agulhas; linhas grossas pedem pelo menos dez; sombreamentos e preenchimentos precisam de pelo menos 30 agulhas enfileiradas.
  • Embebe-se as agulhas nas tintas previamente preparadas e insere-se as pontas através de batidas precisas que perfuram a pele e inserem a tinta na derme

O método Tebori de tatuagem não é indolor. Os entusiastas desse tipo de tatuagem afirmam que essa dor não é intensa e que os danos à pele são menores, proporcionando uma cicatrização mais rápida. O resultado final é a tatuagem que se chama Horimono.

Diferenças entre tatuagens Horimono e Irezumi

Não há, em termos semânticos, uma diferença grande entre as duas nomenclaturas usadas para definir as tatuagens feitas pelo método Tebori. Contudo, quando se fala em termos culturais e sociológicos, os termos tomam relevância de status social e pessoal, passando pelo intangível conceito de honra, tão importante para os japoneses.

  • Uma tatuagem Horimono já foi um símbolo de status guerreiro, mostrando a capacidade de luta de samurais que ostentavam desenhos finamente ornamentados e representativos. Contudo, os xoguns do período Edo associaram a tatuagem Horimono ao estigma da criminalidade, já que a tatuagem substituiu o corte das cartilagens do rosto – nariz e orelha – como marca de condenação.
  • Graças a essa nova utilização punitiva da tatuagem, ela teve seu nome mudado para tatuagem Irezumi, que muitos traduzem como “tatuagem como punição”. Essa nova forma de ver a tatuagem serviu para torná-la, em determinados círculos criminosos, como prova de resistência contra as leis estabelecidas. As famosas tatuagens Tebori ostentadas pelos membros da Yakuzá, a máfia japonesa criada nos estertores do período Edo, têm a clara função de serem a expressão da ligação entre os membros da organização.

O método de tatuagem Tebori no Brasil

Aqui no Brasil não existem muitos tatuadores que utilizam as hastes da técnica Tebori, mas os poucos existentes são muito procurados por quem deseja ter representações pictóricas fidedignas do estilo feudal japonês pelo corpo. Tatuadores que fazem desenhos Horimono tradicionais (uma dica: nunca diga a palavra Irezumi para se referir à tatuagem a um profissional que usa o método Tebori) não fogem dos desenhos representativos da cultura e do folclore do Japão.

Os desenhos da tatuagem Tebori mais comuns são representações de samurais, gueixas, tigres, dragões, demônios, peixes como a carpa e ideogramas japoneses. Flores e formas abstratas também cobrem a pele de quem se submete à técnica das hastes Tebori. Se você pretende tatuar seu corpo com esse tipo de tatuagem e tem viagem marcada ao Japão, cuidado ao mostrar a pele tatuada, pois muitos ligam a Horimono à Yakuzá, inclusive a polícia.